MARCELA GONTIJO

marcela4_edited.jpg

Belo Horizonte, MG - 1966

Vive e trabalha em Brasília

Suas pinturas  tem o diálogo com o espaço urbano através de fragmentos fotográficos e da experimentação da colagem. Na busca por imagens, objetos, lugares e materiais  a artista desenvolve processos que instauram uma nova geometria.

 

O espaço funciona como uma grade, uma estrutura rizomática, onde as linhas não têm começo nem fim, e cada ponto pode ser conectado com qualquer outro. Linhas de um desenho que ultrapassa o limite da pintura para ocupar o espaço.

 

obras

I CHING

  

A série I CHING de Marcela Gontijo é inspirada em um dos maiores legados do povo chinês, o I Ching. Escrito por volta de 1150-249 a.C, o I Ching considera que tudo na natureza está em constante mudança. "I" tem seu ignificado associado a "mutação", "movimento", e "Ching" refere-se a "livro clássico", ou seja, I Ching pode ser entendido como "livro das mutações". Trata-se basicamente de como os chineses compreendiam e eram capazes de explicar os acontecimentos do dia a dia. O trabalho tem como base a organização linear, matemática e espiritual do I Ching, o hexagrama. A combinação das linhas geradas pelo jogo dos números e do acaso, é reorganizada pela artista de forma a criar uma trama de cores em movimento, aqui entendido como mutação, que estabelece a ordem do universo.

I CHING

  

A série I CHING de Marcela Gontijo é inspirada em um dos maiores legados do povo chinês, o I Ching. Escrito por volta de 1150-249 a.C, o I Ching considera que tudo na natureza está em constante mudança. "I" tem seu ignificado associado a "mutação", "movimento", e "Ching" refere-se a "livro clássico", ou seja, I Ching pode ser entendido como "livro das mutações". Trata-se basicamente de como os chineses compreendiam e eram capazes de explicar os acontecimentos do dia a dia. O trabalho tem como base a organização linear, matemática e espiritual do I Ching, o hexagrama. A combinação das linhas geradas pelo jogo dos números e do acaso, é reorganizada pela artista de forma a criar uma trama de cores em movimento, aqui entendido como mutação, que estabelece a ordem do universo.

 

exposições

 

vídeos